Uma nova Bárbara

WP_002330

Acho que um dos momentos mais difíceis pra mim, nesse ano, foi o término do namoro da Bárbara. Parece ridículo, eu sei; mas ao chegar na casa dela, e me deparar com esse sorriso – quase um esgar – eu senti que alguns anos de amores se esvaíram pelo ralo. Não será mais a mesma, essa mulher. Sim, mulher, agora já vivida, já quase independente. Merece um tempo pra si, sozinha, pensando seus novos caminhos, seu novo emprego. Sei que há o Arthur egoísta que a quer pra si. Esse Arthur, porém, está suprimido, deixando-a viver. É o que ela está fazendo experimentando essa liberdade. Liberdade pra ser, mas liberdade pra errar. O que é de gosto de liberdade?

Nota: Ultimamente, ela tem se permitido. Excelente conselho dado a ela, por ninguém menos que um mini-fantasma do passado. Não poderia eu ter dito melhor. Estou consciente que meu papel nesse teatro é o de fortaleza. Mesmo quando, se permitindo, a exiguidade das emoções lhe pregue truques. Razão.

Anúncios

Um pensamento sobre “Uma nova Bárbara

  1. Ela ainda está tão confusa e tão incerta da vida. Mas agora colocando de volta Arthur no maior espaço de um coração sofrido, doído e errante. Eu te amo como sempre e com todas as minhas forças, mesmo quando elas não estão. Obrigada, um milhão de obrigadas, por ser você – e por estar comigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s