Música do Radiohead

Eu amo a banda Radiohead. Muito, gosto muito das músicas, das letras, das esquisitices, do Thom Yorke, e tudo o mais.

Entretanto, eu caí num truque da minha própria memória. Eles têm duas músicas: I Will e Morning Bell, que eu já escutei milhões de vezes.

A música Morning Bell está nos cds Kid A, Amnesiac e I might be Wrong. Eu adoro a versão do Kid A, ela é bem dinâmica e segue Idioteque, parece que a completa. Toda vez que eu ouço Idioteque do Kid A, parece que eu preciso ouvir Morning Bell em seguida. Sabe quando a gente vicia na ordem? Exato. A versão do Amnesiac me dá aversão (hahaha). Ela é muito lenta e dá vontade de morrer. É muito deprê. A versão do I Might be Wrong é a música do Kid A tocada ao vivo. Então é ok, gosto bastante também. O problema é que, ter três versões em álbuns diferentes me confunde a cuca. Se tá tocando no aleatório, eu tenho 1 em 3 chances de não gostar. Mas o fato é que a Morning Bell do Amnesiac é uma das poucas músicas do Radiohead que eu não gosto (outros exemplos são Electioneering e I am a Wicked Child [essa última pq eu acho que não tem nada a ver com o Radiohead, mas é agradável, pelo menos]).

A segunda música, I Will, eu tenho duas versões. Uma no original Hail to the Thief, que antes eu detestaaaava, detestava, com muita força. A segunda voz da música, me irritava muito. Hoje eu adoro aquilo. A música tem duas vozes, uma grave e uma bem aguda, que fica vibrando, muito esquisita. Eu ouço e amo aquele dueto. A versão do Com Lag (chamada I Will [Los Angeles Version]), eu só gostava dela, da original não. É que na versão do Com Lag a voz aguda não era tão irritante.  Engraçado como hoje aquilo não me irrita mais. O arranjo da do Com Lag também é um pouco diferente. É uma balada, com uma batida marcando os compassos, e a versão do Hail só tem um acompanhamento de guitarra.

Falei, falei, e não falei muito. O que eu queria dizer é que as músicas do Radiohead amadurecem na minha cabeça. Raramente eu detesto uma música, sem dar outras chances pra ela. O truque da minha mente, que eu falei, é que, o fato de eu gostar hoje de I Will do Hail me confundiu ao tentar lembrar de que músicas deles eu não gosto. Com o tempo, elas vão se acomodando na minha mente, e eu vou dando mais atenção a certos detalhes que de primeira eu não consegui ver. Essas músicas, Morning Bell e I Will tem letras muito legais, e a letra de I Will é particularmente bonita. Isso de não gostar de primeira, mas eventualmente descobrir que me agrada aconteceu também com o cd do Thom Yorke. À primeira vista, eu odiei o CD. Pensei que aquilo não tem nada a ver com o Radiohead. De fato, é um caminho bem diferente, mas uma virada estética no meu gosto pessoal fez com que, hoje, ele se adequasse e eu tenha um grande carinho pelo cd.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s