Notícia Antiga

“Kazuo Ohno, que morreu de insuficiência respiratória na segunda-feira em Yokohama, Japão, era um homem que parecia saber que tanto a vida quanto a arte surgem da poesia contida no fato de alguém estabelecer relações com o mundo, abrir-se para o mundo num processo que representa quase a renúncia à própria personalidade, um ser-para-o-outro em forma pura.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s